Após 5 incansáveis anos de comprometimento, Raquel Lopes é conduzida à presidência da FES-ES

Atualizado: 27 de Nov de 2020


Raquel Lopes sempre fez a diferença, e nesses 5 anos de existência do projeto no Estado do Espírito Santo, sempre foi a que se destacou de forma brilhante sobre os demais integrantes.


Na época só não pode assumir um cargo na diretoria estadual porque não tinha formação universitária, mas mesmo assim, Raquel não recuou, passou a ocupar o cargo de assessora da presidência diretamente ligada à diretora nacional Cida Gracietti, e mais uma vez se destacou de forma brilhante como a melhor assessora em todos os estados do Brasil.


Foram muitas voltas e reviravoltas na implantação do projeto, não só no estado do Espírito Santo como em todo Brasil, mas é certo que Raquel sempre foi uma pessoa diferenciada, e como o nosso projeto é considerado divino, não poderíamos deixar de reconhecer Raquel também de forma diferenciada, e sendo assim, por Aclamação da diretoria federal, Raquel será a primeira, e talvez única, diretora do Elo Social que ainda não completou sua formação universitária, formação esta que buscou logo após não poder integrar nossa diretoria, mas que temos a maior certeza que irá concluir com êxito.


Como a diretora Cida Gracietti está realmente fazendo ajustes e remanejamentos dentre os diretores regionais, seccionais e estaduais, certamente ajustará a diretoria estadual do Espírito Santo para que possamos ter como nossa presidente de forma merecida a senhora Raquel Lopes, que dentre suas inúmeras tarefas ainda foi a única que conseguiu tornar realidade uma obrigatoriedade contratual, que era a formação da comissão de catadores do Espírito Santo.



154 visualizações1 comentário